Ria de Aveiro

Área importante para as aves (IBA)
Registo Público

Descrição

Esta área constitui uma das áreas húmidas mais extensas de Portugal. A Ria de Aveiro é uma lagoa costeira de baixa profundidade, que se estende por 45 km ao longo da costa ocidental de Portugal,desde Ovar até Mira. A comunicação com o oceano Atlântico faz-se através de um canal de pequenas dimensões. Os principais rios que nela desaguam são: Vouga e Antuã. Na área existem os seguintes habitats: praias de areia, dunas, estuário, cursos de água, lagoa costeira, bancos de vasa, sapais, salinas, caniçais, florestas, explorações agrícolas e a área marítima.

Importância ornitológica

Nesta área existe o registo de grandes concentrações de aves aquáticas, no período de inverno, destacando-se o Borrelho-de-coleira-interrompida (Charadrius alexandrinus), a Marrequinha (Anas crecca), a Piadeira (Anas penelope), o Pilrito-de-peito-preto (Calidris alpina) e a Negrola (Melanitta nigra). É a segunda zona húmida mais importante de Portugal para a conservação da Garça-vermelha (Ardea purpurea) em virtude de albergar uma grande percentagem do efetivo populacional reprodutor. Nesta área existe também o registo da Águia-sapeira (Circus aeruginosus), do Alfaiate (Recurvirostra avosetta), do Borrelho-grande-de-coleira (Charadrius hiaticula), da Cigarrinha-ruiva (Locustella luscinioides), da Chilreta (Sterna albifrons), da Escrevedeira-dos-caniços (Emberiza schoeniclus), da Felosa-dos-juncos (Acrocephalus schoenobaenus), do Garçote (Ixobrychus minutus), do Milherango (Limosa limosa) e do Rouxinol-pequeno-dos-caniços (Acrocephalus scirpaceus).

Informação geográfica

40.700000°, -8.666667°
Até os 79m
513,780km²

Estatutos de conservação

Informação em Português
Informação ainda não disponível.